“Irmãos, cumpre-nos dar sempre graças a Deus no tocante a vós outros, como é justo...” 2 Ts 1:3a

Pastoral

Tenhamos sempre em mente que tudo que fazemos e somos faz parte da construção do nosso nome, da nossa imagem  perante a sociedade, e da memória que iremos deixar quando daqui partirmos. O que as pessoas pensam a nosso respeito? Qual é a imagem que estamos construindo? Como somos lembrados? “Aí está um homem de Deus”, “ela sempre deu um bom testemunho”, “essa é uma família crente de verdade”. Ao escrever a introdução da segunda carta à Igreja de Tessalônica, o apóstolo Paulo agradeceu a Deus pelo crescimento espiritual daqueles irmãos. Na primeira carta, Paulo demonstrara seu temor com respeito à fé deles, suas deficiências e, portanto, os perigos que isso trazia, diante das tentações do maligno. Paulo intercedia por eles (1Ts 3:5,10).

Mas o que vemos nessa segunda carta, é a gratidão a Deus devido ao crescimento espiritual da Igreja. Observe como essa transformação se manifestou:

Crescimento na fé – “a vossa fé cresce sobremaneira” - vs. 3;
Aumento no amor – “o vosso mútuo amor (...) vai aumentando” - vs. 3;
Constância espiritual – “a vista da vossa constância”  - vs. 4.

A Igreja estava amadurecendo espiritualmente, e é isso que devemos buscar em nossa vida espiritual também. A fé e o amor crescendo em nós, trarão a constância e o crescimento espiritual. O oposto disso é observado em vidas fracas e espiritualmente inconstantes, fruto do raquitismo na fé e no amor. Esses tais, num dia parecem estar firmes e alegres na casa de Deus; porém, logo ficam tristes e desanimados, pensando até em desistir e abandonar o santo Caminho do Senhor.

Lembremos que aquela Igreja passava por muitas perseguições (vs.4). Mas foi em meio a essas tribulações que eles encontraram o crescimento e a constância na fé, e assim aguardavam a manifestação de Jesus Cristo em sua vinda gloriosa (7-10). Paulo ainda intercedia por eles (11,12). As lutas pelas quais passamos, servem para nos depurar e nos aproximar mais dEle. OREMOS UNS PELOS OUTROS!

É maravilhoso saber que podemos construir o nosso próprio nome, imagem,históriae memória, recebendo do Senhor as transformações necessárias, através da fé e do amor, crescentes em nossos corações e geradores da constância espiritual. Assim se distinguem os servos amadurecidos dos demais.

Que Deus te abençoe e te guarde. Soli Deo Gloria. 

Rev Paulo Sergio da Silva.

Comentários