A QUALIDADE DA CONSTÂNCIA

“Ora, o Senhor conduza o vosso coração ao amor de Deus e à constância de Cristo.”
2 Tessalonicenses 3:5.

Há uma qualidade a ser buscada diariamente por nós: a constância. Está ligada à estabilidade, continuidade, perseverança, persistência e a outros conceitos sinônimos. A constância tem sido garimpada no mercado de trabalho. Não existem, em grande número, profissionais que mantenham seu desempenho com regularidade. Há o fenômeno dos que revelam iniciativas, contudo, sem conduzir seus projetos até o final. Falta a esses o que chamaria de “começo, meio e fim”. Projetos que iniciados não chegam a uma conclusão resultam em frustração para os envolvidos. Por isso, é sempre melhor começar alguns projetos e chegar até a conclusão do que iniciar vários e a nenhum, ou poucos, consumar. A constância é a ferramenta ideal que não nos deixa parar durante a caminhada, a não ser que seja para retomar o fôlego e voltar à estrada.

Paulo sempre evidenciou conhecer a alma humana. Sabia o apóstolo que a constância se não estiver presente na vida do cristão deixa este de crescer e amadurecer espiritualmente tornando-se imaturo e despreparado para enfrentar os desafios da vida.

Ore
Amado Pai, rogo que me ajudes a enfrentar os desafios que me são impostos sem jamais perder a alegria. Sei que Tu estás presente comigo. Por isso, não temerei. Em nome de Jesus, amém.

Cada Dia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ASSUMIR UMA POSIÇÃO DIANTE DE DEUS

PODE O CRENTE PARTICIPAR DA FESTA DO PEÃO?

O CRENTE E O CARNAVAL